home
INEM: Cidadãos deverão saber manobras de reanimação dentro de 10 anos

O presidente do INEM disse esperar que, dentro de dez anos, uma quantidade significativa de jovens saiba fazer manobras de Suporte Básico de Vida e, assim, impedir as paragens cardiorrespiratórias que diariamente afetam entre 25 a 30 pessoas.

 

O primeiro passo com vista à formação em Suporte Básico de Vida (SBV) foi dado com a assinatura do protocolo entre o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e a Direção Geral da Educação (DGE) que vai possibilitar a formação desta técnica a alunos do terceiro ciclo do ensino básico e a professores e funcionários.

Paulo Campos, que participou na cerimónia de assinatura do protocolo, que decorreu na escola D. Pedro V, em Lisboa, recordou que entre 25 a 30 pessoas por dia sofrem uma paragem cardiorrespiratória.

“Dentro de dez anos teremos os cidadãos preparados para serem o primeiro elo da cadeia de sobrevivência”.

De acordo com o conceito de cadeia de sobrevivência, existe um conjunto de procedimentos e atitudes que, quando desencadeados de forma adequada e eficaz, aumentam a possibilidade de sobrevivência de vítimas de paragem cardiorrespiratória.

“É por isso fundamental que quem presencia este tipo de ocorrência reconheça a gravidade da situação e saiba como atuar, ligando de imediato 112 e iniciando manobras de SBV”, prossegue o INEM.

O secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, também presente no encontro, sublinhou a importância do protocolo, alertando para a inevitabilidade dos acidentes.

“Os acidentes e imprevistos podem acontecer a qualquer um”, disse.

 

Ler mais

Condução defensiva - Formação

No período compreendido entre 09 e 12 de Maio decorreu no Corpo de Bombeiros de Almodôvar um curso de formação para 12 elementos na área de condução defensiva, formação esta que será reforçada por mais 12 elementos no período de 16 a 19 de Maio.

A formação em Condução Defensiva, estruturada pela Escola Nacional de Bombeiros, tem como primeiro objetivo procurar responder à necessidade imperiosa de alterar comportamento e atitudes inerentes ao ato de conduzir um veículo num espaço partilhado por outros utilizadores, a via pública.

A carga temática desta formação, nas suas diversas vertentes, pretende dotar os motoristas com técnicas específicas que levem a um melhor desempenho no controlo dinâmico sobre o veículo e, não menos importante, alertar para as próprias limitações destes agentes enquanto prestadores de um serviço de socorro.

 

Como utilizar o numero de emergência 112
Ler mais

Protocolo entre a AHBVA e NewCar
Ler mais

Acordo entre a AHBV Almodôvar e o HL – Hospital de Loulé, para prestação de serviços a associados na área da saúde
Ler mais